Compartilhar

22 de maio de 2017

O que é o vestibulinho?

O que é o vestibulinho?

O termo “vestibulinho” vem de uma analogia com “vestibular”. Refere-se a um exame de seleção de candidatos para vagas em escolas que oferecem o Ensino Médio e/ou Ensino Técnico de nível Médio.
Os vestibulinhos mais comuns são os que selecionam candidatos para as Escolas Técnicas Estaduais (ETECs), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo (LAO – SP) e Colégio Termomecanica (TM).
Cada uma dessas escolas é responsável pelo seu processo de seleção, assim cada vestibulinho apresenta características específicas. Variam de 50 a 60 questões de múltipla escolha, podem ou não exigir Redação e Inglês, podem ser mais objetivos ou interpretativos. Dessa forma, é interessante conhecer um pouco mais sobre cada um deles.
A seguir, vamos apresentar uma visão geral de cada um dos vestibulinhos e quando costumam ocorrer.

Escolas Técnicas Estaduais (ETECs)

Os exames das ETECs costumam exigir muita leitura e interpretação, além do domínio de conhecimentos específicos. As ETECs realizam dois vestibulinhos por ano:
·         Vestibulinho do 1º semestre (geralmente junho): para candidatos que concluíram o Ensino Médio (EM) ou estão matriculados a partir da 2ª série do Ensino Médio e desejam ingressar no Ensino Técnico;
·         Vestibulinho do 2º semestre (geralmente dezembro): para candidatos que estão no 9º ano do Ensino Fundamental (EF) e desejam ingressar no Ensino Médio e/ou Ensino Médio integrado ao Técnico; ou candidatos que estão matriculados no Ensino Médio (EM) ou já o concluíram e desejam ingressar no Ensino Técnico.
Quantidade de Questões: 50
Estilo: Temático e interdisciplinar, com questões interpretativas e objetivas.
Tempo para a realização do exame: 4h
Áreas do conhecimento exigidas*: Português, Matemática, Física, Química, Biologia, História e Geografia, do 6º. ao 9º. ano do EF.
* São exigidos conhecimentos até o 9º ano do EF para quem presta o exame para o Ensino Médio integrado ao Técnico, e conhecimentos até a 1ª. série do EM para quem presta o exame para o Ensino Técnico.

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de SãoPaulo (IFSP)


Os exames do IFSP costumam exigir leitura e interpretação, além do domínio de conhecimentos específicos. O IFSP realiza dois vestibulinhos por ano:
·         Vestibulinho do 1º semestre (geralmente junho): para candidatos que concluíram o Ensino Médio (EM) ou estão matriculados a partir da 2ª série do Ensino Médio e desejam ingressar no Ensino Técnico;
·         Vestibulinho do 2º semestre (geralmente dezembro): para candidatos que estão no 9º ano do Ensino Fundamental (EF) e desejam ingressar no Ensino Médio integrado ao Técnico; ou candidatos que estão matriculados no Ensino Médio ou já o concluíram e desejam ingressar no Ensino Técnico.
Quantidade de Questões: 50
Estilo: Questões interpretativas e objetivas.
Tempo para a realização do exame: 4h
Áreas do conhecimento exigidas*: Português, Matemática, Física, Química, Biologia, História e Geografia.
* São exigidos conhecimentos até o 9º ano do EF para quem presta o exame para o Ensino Médio integrado ao Técnico, e conhecimentos até a 1ª. série do EM para quem presta o exame para o Ensino Técnico (nesse caso, abrange Literatura).

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI)


Os exames das escolas do SENAI costumam ser mais objetivos e exigir domínio de conhecimentos específicos. O SENAI realiza quatro vestibulinhos por ano:
·         Vestibulinho do 1º semestre para Cursos Técnicos (geralmente maio): para candidatos que concluíram o Ensino Médio (EM) ou estão matriculados a partir da 2ª série do Ensino Médio;
·         Vestibulinho do 2º semestre para Cursos Técnicos (geralmente novembro): para candidatos que estão matriculados no Ensino Médio (EM) ou já o concluíram;
·         Vestibulinho do 1º semestre para Cursos de Aprendizagem Industrial (geralmente junho): para candidatos que concluíram o Ensino Fundamental (EF) e têm entre 14 anos e idade que lhes permita concluir o curso antes dos 18 anos (exceção feita a alguns cursos);
·         Vestibulinho do 2º semestre para Cursos de Aprendizagem Industrial (geralmente novembro): para candidatos que estão no 9º. ano do Ensino Fundamental (EF) ou já o concluíram e têm entre 14 anos e idade que lhes permita concluir o curso antes dos 18 anos (exceção feita a alguns cursos).
Quantidade de Questões: 60
Estilo: Questões objetivas.
Tempo para a realização do exame: 2h30min
Áreas do conhecimento exigidas*: Português, Matemática e Ciências (Física, Química e Biologia).
* No exame para os Cursos de Aprendizagem Industrial, são exigidos conhecimentos até o 9º ano do EF; no exame para os Cursos Técnicos, são exigidos  conhecimentos até a 1ª. série do EM, incluindo Literatura.
  

Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo (LAO – SP)


Os exames do LAO – SP costumam ser mais objetivos e exigir domínio de conhecimentos específicos. O LAO realiza apenas um vestibulinho por ano:
·         Vestibulinho no 2º semestre (geralmente novembro): para candidatos que estão no 9º ano do Ensino Fundamental e desejam ingressar no Ensino Médio integrado ao Técnico.
Quantidade de Questões: 60
Estilo: Questões interpretativas e objetivas.
Tempo para a realização do exame: 4h
Áreas do conhecimento exigidas: Português, Matemática, Física, Química, Biologia, História e Geografia, do 6º. ao 9º. ano do EF.

Colégio Termomecanica (TM)


Os exames do Colégio Termomecanica costumam ser mais objetivos e exigir domínio de conhecimentos específicos. O Colégio Termomecanica realiza apenas um vestibulinho por ano:
·         Vestibulinho no 2º semestre (geralmente novembro): para candidatos que estão no 9º ano do Ensino Fundamental (EF), sem nenhuma reprovação, e desejam ingressar no Ensino Médio.
Quantidade de Questões: 60
Estilo: Questões interpretativas e objetivas.
Tempo para a realização do exame: 4h30min
Áreas do conhecimento exigidas: Português, Redação, Inglês, Matemática, Física, Química, Biologia, História e Geografia, do 6º. ao 9º. ano do EF.




Venha se preparar com quem mais entende do assunto.

 Exame de Bolsas - Turma de Agosto

Fique no grupo dos aprovados. Veja nossas unidades.

11 de abril de 2017

ENEM 2015

O ENEM e as Escolas Técnicas gratuitas


ENEM 2015  Já discutimos, no artigo "Como estão classificadas as Escolas Técnicas gratuitas no ENEM 2014?", a classificação das Escolas Técnicas gratuitas no ENEM, um assunto recorrente, pois o Exame Nacional do Ensino Médio tem ganhado cada dia mais força no Brasil. Isso se deve ao fato de hoje ele ser a porta de entrada para diferentes universidades pelo país, quer seja como modo de seleção principal, quer seja como complemento na nota do vestibular. ENEM também acaba, popularmente, sendo usado como um indicador da qualidade das escolas de Ensino Médio (E.M.).

  Não cabe aqui discutirmos se o resultado desse exame deve ou não ser usado como ranking de classificação das escolas, pois a interpretação dos resultados no ENEM é bem complexa, desde o número de alunos em cada escola, passando pelo tempo em que o aluno realmente ficou no E.M. na escola, até sobre as notas de qual área do conhecimento foi usada na classificação. Agora, é inegável que as escolas que estão mais no topo da lista são reconhecidas como de excelência pela população.

  Outro fato é que, se verificarmos as listas passadas do ENEM, sempre encontraremos as Escolas Técnicas gratuitas despontando entre as primeiras da lista, e na divulgação dos resultados do ENEM em 2016, realizado em 2015, não foi diferente. Quando olhamos para a lista da Grande São Paulo (que tem cerca de 1.000 escolas entre públicas e privadas classificadas), entre as 250 mais bem classificadas, 31 são Escolas Técnicas gratuitas; se olharmos para essa mesma lista considerando apenas as escolas públicas ou gratuitas, entre as 50 melhores, 46 são Escolas Técnicas, ou seja, como também já ressaltamos no artigo "Por que fazer o Ensino Médio em uma Escola Técnica gratuita?", fazer o Ensino Médio em uma dessas escolas é uma opção realmente sensacional. Você já pensou nisso? 


 30 melhores escolas gratuitas da Grande São Paulo


Quando estudo em uma Escola Técnica gratuita ainda posso usar o sistema de cotas das Universidades?


Caminho para a Universidade  Esse é outro dos benefícios que algumas escolas oferecem, mas nesse caso é necessário um esclarecimento. Entre as escolas que oferecem Ensino Médio, sempre destacamos 4 grupos: ETECs (Escolas Técnicas Estaduais), IFSP (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia São Paulo), Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo e Colégio Termomecanica. Desses quatro grupos, os dois primeiros (ETECs e IFSP) dão o direito ao benefício do uso de sistema de cotas das universidades, afinal são escolas públicas, mantidas pelos governos estadual e federal, respectivamente. Já as duas últimas são escolas particulares, mantidas pela iniciativa privada, que oferecem bolsas integrais aos seus alunos e, pela regra, não têm direito a esse benefício. Mas não ficam atrás, pois, se verificarem as mesmas classificações citadas anteriormente, elas estão bem no topo. Então, a ideia é que os alunos que saem dessas escolas estão muito bem preparados para o ENEM, comparado a diversas outras. Agora, uma coisa também é fato: por serem tão diferenciadas, conseguir uma vaga nessas escolas não é fácil, pois apenas os mais bem preparados são aprovados nos vestibulinhos. (Não sabe o que são os vestibulinhos? Descubra aqui.)

Cursando o Ensino Médio em uma Escola Técnica gratuita o aluno sai bem preparado?


  Na verdade, é melhor ainda! Se o aluno fizer a modalidade de Ensino Médio integrado ao Ensino Técnico, ele sairá da escola bem preparado para o ENEM e ainda terá aprendido uma profissão, que poderá exercer já após a conclusão do curso. Então, além de fazer um bom Ensino Médio, ele ainda será um técnico qualificado para as melhores empresas do país!

Como o cursinho pode ajudar?


  O Curso Profitec trabalha preparando os alunos que querem ser aprovados nas Escolas Técnicas gratuitas desde 1970. É especialista nos vestibulinhos e domina o que faz, por isso aprova mais! O nosso curso não é gratuito, mas, colocando na ponta do lápis, vale muito, pois o valor do curso não chega nem perto da mensalidade de uma boa escola, e a economia futura será de três anos.


Venha se preparar com quem mais entende do assunto.

 Exame de Bolsas - Turma de Agosto

Fique no grupo dos aprovados. Veja nossas unidades.